TOPO

Quilombo de Bombas – Iporanga/SP

O Programa Rota do Sol (TV Tribuna) mostra o Quilombo de Bombas comunidade tradicional de Iporanga, e mostra a vida quilombola e seus quereres.

A terra é o bem maior da comunidade, o legado dos mais antigos é respeitado e defendido, a cultura quilombola no seu dia a dia.

Cultura Quilombola

Quilombolas de Bombas – comunidade guardiã da Mata Atlântica
VÍDEO SOBRE A COMUNIDADE QUILOMBOLA DE BOMBAS:
Bombas – a vida no Quilombo

originalmente postado em: http://www.tvtribuna.com/videos/?video=12019

Leia mais
TOPO

Semana da Consciência Negra – Iporanga/SP

ATO REPÚDIO – 18/11/2011 – IPORANGA/SP

A OMISSÃO DO ESTADO CONTINUA GERANDO VIOLÊNCIA AOS POVOS

TRADICIONAIS DO VALE DO RIBEIRA

QUEREMOS LEMBRAR HOJE DIA 18 DE NOVEMBRO DE 2011, QUE ESTAMOS AQUI NÃO SOMENTE EM COMEMORAÇÃO EM MAIS UM DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA, MAS RESSALTAR QUE ESTAMOS AQUI JUNTOS POR UMA NECESSIDADE, NECESSIDADE ESTA DE DARMOS O NOSSO GRITO, DARMOS O GRITO E MOSTRARMOS AS NOSSAS VOZES.

Voz que até hoje não esta sendo ouvida, voz que até hoje esta sendo ignorada, ignorada pelos poderes públicos constituídos desse municipio, e também por todos os poderes publicos dos municipios do Vale do Ribeira. Nossa voz grita e exige respeito, exige respeito e dignidade. Exige o compromisso daqueles que nos representam, daqueles que fazem o juramento em sua posse em zelar pelo nosso bem estar, mas que até o momento são omissos e ignoram os nossos pedidos.

 

Encontro das Comunidades Tradicionais do Vale do Ribeira - 17 de nov/11

As unidades de conservação do estado no Vale do Ribeira, continuam nos oprimindo, na nossa liberdade de ir e vir, na nossa cultura, no nosso modo de ser e fazer, no nosso modo de povo do vale, lutamos por melhoria de vida, por estradas, por educação, por respeito em nosso território (só na cidade de Iporanga são 10 projetos de mineração esperando licenciamento em nossos territórios, são quatros projetos de barragem para o vale do ribeira), projetos que irão desalojar as famílias tradicionais, já foram desalojadas dezenas delas na região de Adrianópolis, mesmo antes mesmo de ser aprovado o projeto. As barragens nos expulsam de nossos lares, alagarão as nossas terras e contaminarão novamente o nosso Rio Ribeira. Nos do Vale exigimos respeito, não alternativas mentirosas, enganosas. Exigimos um turismo que comtemple a nossa cultura, que respeite os nossos territórios.

Encontro de Formação "quem sabe mais, luta melhor!"

Exigimos um MEIO AMBIENTE COM GENTE. Lembremos Zumbi, massacrado pelo poder dominante, lembremos de sua luta em libertar o povo oprimido, é esse o mesmo povo, somos nós que estamos aqui, somos quilombolas, caboclos, caiçaras, pescadores, comunidades tradicionais do Vale do Ribeira, que urgirmos por liberdade, liberdade em realizar a nossa cultura, liberdade no nosso direito de ir e vir, que a nossa educação seja levada a sério pelos nossos municípios e pelo  Estado.

 

Gritamos hoje por justiça, justiça para elucidar o desaparecimento de nosso irmão Laurindo, caso que nos comove, nos comove e nos revolta, tenhamos certeza que investigação que acontece hoje, é somente pela nossa mobização e cobrança ao Ministério Público do Estado, então estejamos unidose mobilizados para que haja o elucidar deste caso. Aelucidação deste caso sirva de exemplo à todos aqueles que ameaçam as nossas comunidades, sejam terceiros, sejam mineradores, como foi retrado ontem pela comunidade de Porto Velho, e sejam a todos aqueles que cobiçam a os territórios de nossas comunidades… Eu, posso dizer, e presto aqui nossa comoção à família do irmão Laurindo. Gritamos também para que exista algum lado social no municipio, que exista alguma assitência social, que abra o seu coração e ajude, dando um amparo à família. Uma lacuna, que ainda não esta fechada. Laurindo sua ausência nos dá mais força para nossa caminhada…

LAURINDO GOMES… presente!

COMUNIDADES TRADICIONAIS DO VALE DO RIBEIRA

 

Encontro de Formação 17 nov

 

 

Prof. Antonio Diegues (Nupaub/USP) e Sr. Benedito Alves (Quilombo Ivapurunduva/Eldorado-SP)

Sr. José Costa - Quilombo Nhunguara - Iporanga/SP

Ato de Repúdio/Iporanga-SP - 18 nov

Av. Iporanga - Iporanga/SP

Leia mais
TOPO

Aconteceu no Ponto de Cultura “Coisas da Prosa”

Oficina “Proseando sobre Documentário”

O Ponto de Cultura “Coisas da Prosa” realizou neste final de semana, dias 29 e 30 de outubro, uma Oficina de Audio Visual, participaram os jovens do Bairro Serra – Iporanga/SP. Zeca Collares, violeiro e documentarista de Sorocaba/SP foi o monitor, a experiência foi um aprendizado mútuo, nossos jovens ensinaram a utilização do software livre na edição dos documentários e Zeca e Rodrigo mostraram as formas de realização dos documentários. O grupo já está com a mão na massa, desde domingo estão trabalhando no roteiro e na filmagem e edição.

Zeca Collares - violeiro e documentarista

De olhos abertos...

ação...

Aprendizado mútuo!

Craquete - Ação!

Direção

Aprendendo ensinando!

Ensinando aprendendo!

Leia mais
TOPO

ATO DE REPUDIO À VIOLÊNCIA

A OMISSÃO DO ESTADO CONTINUA GERANDO VIOLÊNCIA AOS POVOS

TRADICIONAIS DO VALE DO RIBEIRA

LAURINDO GOMES - desaparecido no dia 18 de fevereiro - Quilombo de Praia Grande - Iporanga/SP

C O N V I T E

ATO PÚBLICO em repúdio ao desaparecimento do companheiro Laurindo Gomes – Quilombo de Praia Grande – Iporanga e contra outras tantas ameaças que os Povos Tradicionais do Vale do Ribeira estão sofrendo.

DIA: 18 de novembro

HORÁRIO: 14 às 16 horas – LOCAL: Iporanga – Vale do Ribeira/SP

Estão convidadas as Comunidades, Associações, Entidades, Igrejas… Trazer faixas, cartazes, cantos, não esquecendo que uma das ameaças que paira sobre o Vale, é o projeto de construção de Barragens.

O ATO terá como tema central: “A OMISSÃO DO ESTADO CONTINUA GERANDO VIOLÊNCIA AOS POVOS TRADICIONAIS DO VALE DO RIBEIRA.”

Contamos com a participação e apoio de todas as pessoas que repudiam a violência.

Informações:

(13) 3871-1877 (15) 3556-1521

E-mail: [email protected] (15) 9447-6738

[email protected] E-mail: [email protected]

Não declare que as estrelas estão mortas só porque

o céu está nublado”

Equipe de Coordenação Out/2011


Leia mais
TOPO

Comunidades Quilombolas do Vale do Ribeira lutam pelo direito de ir e vir!

Comunidades Tradicionais de Iporanga, Quilombo Maria Rosa, Quilombo Pilões, Quilombo Bento João e Quilombo Poço Grande lutam pelo direito de ir e vir. Desde do dia 2 de agosto as comunidades tradicionais sofrem com a falta da balsa que atravessa o Rio Ribeira de Iguape. A enchente levou rio abaixo a balsa que fazia o serviço de travessia.

Poço Grande - local de travessia da balsa

Localidade Poço Grande - a travessia está sendo feita com barco

Quilombolas utilizam as canoas para a travessia dos veículos

Comunidade está sem balsa desde 2 de agosto

Segue link da reportagem feita pela TV Tribuna:



Leia mais