TOPO

Confronto na Comunidade Quilombola de Bombas – Iporanga/SP

Prosa na Serra

Confronto no Quilombo de Bombas: aconteceu no último sábado, 10 de agosto, quando a comunidade se reunia num puxirão na trilha que leva à comunidade.
“O quilombo de Bombas, no município de Iporanga, no Vale do Ribeira, em São Paulo, é mais uma realidade vivida pelas políticas públicas ambientais que ignoram os verdadeiros guardiões deste Bioma chamado Mata Atlântica, a sobreposição do Petar (parque Estadual Turístico do Alto Ribeira) os deixa isolados, sem direitos básicos) porque o processo de reconhecimento e delimitação do território não avança. Para chegar até a comunidade é necessário caminhar quase seis quilômetros.
A Fundação Florestal (FF) e o Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp) ainda não delimitaram o território do quilombo de Bombas, o reconhecimento da comunidade está emperrado a 10 anos.
Neste sábado, 10 de agosto, quando os quilombolas de Bombas estavam reunidos em puxirão com companheiros do quilombo de Porto Velho para iniciar a alteração da trilha, foram atacados a tiros.
Um dos agressores apontou uma espingarda para o peito de Antoninho, que tentou desarmá-lo, entrando em luta corporal, agarrado à espingarda. Nesse ínterim, outro agressor o atacou com golpes de foice, atingindo sua cabeça e rosto – ele levou 11 pontos na face. Os ferimentos nos braços (com fratura, inclusive) indicam que a intenção do segundo agressor era decepar as duas mãos do sr. Antoninho para recuperar a espingarda.
Antoninho denunciou o ataque à delegacia de Iporanga, onde já havia relatado anteriormente as ameaças sofridas para acessar a comunidade.
Como não há estrada, ele foi socorrido e levado pela trilha por seus colegas no lombo de uma mula até alcançarem a estrada Iporanga-Apiaí. Dali foi levado à Iporanga e encaminhado ao Hospital Regional de Pariquera Açu. O presidente da Associação de Bombas, Edmilson Furquim, acionou a polícia de Iporanga, que prendeu os três irmãos.
A demora e a incerteza no reconhecimento do território do quilombo de Bombas, por parte dos órgãos públicos, motiva todo tipo de especulação na região e aumenta a insegurança no território e entorno. O tiroteio de sábado exemplifica bem essa grave situação. (Nilto Tatto-ISA)
A luta das comunidades tradicionais pelo território é diária, já perdemos Laurindo Gomes (Quilombo Praia Grande), agora Bombas, tudo em Iporanga, até onde vamos chegar?
MEIO AMBIENTE COM GENTE!

Coisas da Prosa

 

Meio ambiente com gente

Meio ambiente com gente!

Leia mais
TOPO

“Mandicuera”, Ponto de Cultura – Ilha de Valladares – Paranagua/PR … aprendizado!

PdC Coisas da Prosa

 

O Ponto de Cultura “Coisas da Prosa” felicita as comunidades da Ilha de Valladares, pelo aprendizado e pelo fortalecimento de nossos sonhos…  Cultura Viva… vivendo-a, as comunidades tradicionais possui em seu cerne a gentileza, a solidariedade… e a cumplicidade no caminhar para a valorização da cultura radicional.

A experiência do Ponto de Cultura “Mandicuera”, nos emociona e nos ensina… aqui está duas das muitas produções desta comunidade que leva à sério a questão cultural, valorizando-a diariamente. Está valoração é medida na emoção de ouvi-los, olha-los, saborear sua culinária, e principalmente essa cumplicidade existente… Cultura viva… só vivendo-a para saber!

 

PdC Coisas da Prosa

 

PdC Coisas da Prosa

 

 

PdC Coisas da Prosa

 

PdC Coisas da Prosa

 

 

PdC Coisas da Prosa

 

 

 

 

 

PdC Coisas da Prosa

Alguns dos curtas produzidos sob o olhar tradicional… parabéns!

 

 

Leia mais
TOPO

Ponto de Cultura “Coisas da Prosa” participa da Teia SP 2013

O Ponto de Cultura “Coisas da Prosa” participou da TEIA SP  2013 – Cultura Sempre Viva e o III Forum Paulista dos Pontos de Cultura. O Ponto de Cultura “Coisas da Prosa” realizou uma Oficina de Cultura Digital: Caboclos, quilombolas e o Audiovisual na Praça das Artes, São Paulo, no dia 09 de agosto. Na oficina foi apresentada a experiência do Ponto com as ferramentas do software livre, demonstrando a utilização dos programas Gimp, LibreOffice Impress, Imagination, Blender para a edição de audiovisuais, Apresentação de slides, Exposições fotográficas digitais, Curtas metragens.

 

 

Oficina: Arte Digital - Caboclos, quilombolas e o Audiovisual

Oficina: Arte Digital – Caboclos, quilombolas e o Audiovisual

 

 

Coisas da Prosa

 

 

Coisas da Prosa

 

 

Coisas da Prosa

 

Cultura Viva… vivendo-a!

Leia mais
TOPO

Prosa na Serra participa do Encontro da Rede Mocambo – Campinas/SP

A Prosa na Serra participou do Encontro da Rede Mocambos. O encontro aconteceu entre os dias 05 a 08 de agosto de 2013 em Campinas/SP. O conhecimento tradicional: caboclo e quilombola foram colocados num grande caldeirão de experiências multiplas, levamos nossas ações e vivencias, e trouxemos muita força em nosso caminhar. Além do Ponto de Cultura “Coisas da Prosa” de Iporanga, participaram as comunidades quilombolas de Barra do Turvo. Agradecida meninas e meninos da Rede Mocambos, somos cúmplices neste caminhar!

Encontro Rede Mocambo - Campinas/SP

Encontro Rede Mocambo – Campinas/SP

Coisas da Prosa

Coisas da Prosa

Coisas da Prosa

Prosa na Serra

Coisas da Prosa

Coisas da ProsaPonto de Cultura "Coisas da Prosa"

Ponto de Cultura "Coisas da Prosa"

Ponto de Cultura "Coisas da Prosa"

Ponto de Cultura "Coisas da Prosa"

Rogerio e Carlos - Barra do Turvo/SP

Rogerio e Carlos – Barra do Turvo/SP

Prosa sobre Meio Ambiente com gente...

Prosa sobre Meio Ambiente com gente…

Leia mais
TOPO

Ponto de Cultura “Coisas da Prosa” seus cineastas/fotografos-fotografas

A semente do Ponto de Cultura “Coisas da Prosa” foi plantada a partir da iniciativa da Entidade Prosa na Serra, que em 2002 trouxe a 7a. Arte no Bairro Serra, exibindo filmes nos quintais, nascia o projeto Cinema Livre. A partir da exibição de filmes do Mazaropi a comunidade conheceu o cinema. Em 2009 a partir da conquista do edital dos Pontos de Cultura o trabalho fortaleceu-se, e hoje além do Cinema Livre jovens, crianças do Bairro Serra utilizam-se do audiovisual para mostrar sua história e arte, fotografando, filmando e nas edições de curtas metragens. Software Livre… Experimente!!!

Caboclos do Bairro Serra e Ribeirão dos Camargo João Vitor e Claudio

Caboclos do Bairro Serra e Ribeirão dos Camargo João Vitor e Claudio

Cineastas - Bairro Serra

Cineastas – Bairro Serra

Cineastas - Bairro Serra

Cineastas – Bairro Serra

Cineastas_05

Coletivo Audiovisual  Ponto de Cultura "Coisas da Prosa"

Coletivo Audiovisual Ponto de Cultura “Coisas da Prosa”

Encontro Comunidades Tradicionais - Iporanga/SP

Encontro Comunidades Tradicionais – Iporanga/SP

Prosa na Serra

Leia mais
TOPO

TEIA SP 2013 – Ponto de Cultura “Coisas da Prosa” – dia 09 de agosto

O Ponto de Cultura “Coisas da Prosa” realizará a oficina “Caboclos e Quilombolas e o Audiovisual” – dia 09 de agosto – PRAÇA DAS ARTES 1o andar CULTURA DIGITAL das 18h30-21h30.

PdC “Coisas da Prosa” na Teia SP 2013

Leia mais